11 de novembro de 2014

Perdoar

Mesmo quando se é humilhado sem nenhum motivo
Quando quem te fez mal, o fez apenas por fazer
E não se consegue nem entender

Mesmo quando minhas entranhas dizem que não
Quando minha carne rasga em revolta
E todo o meu ser geme de dor

A alma encontra o chão
E clama por uma força que já não encontra
Do fundo de um vazio imenso

Se cala

E perdoa

15 de agosto de 2014

Sensações

Sinto uma profunda tristeza. Não entendo porque. Sinto um vazio. Uma sensação de frustração. De não estar conseguindo cumprir meu dever neste mundo. Como se estivesse descarregando um caminhão de areia com uma colher de chá. Sinto-me sobrecarregado - por minha própria culpa, por dizer 'sim' pra todos quase sempre, e por tentar cumprir minha palavra com eles todos. Sinto que não tenho tempo pra mim. Que não faço o que quero fazer. Sinto que sou fruto de minhas próprias escolhas. Sinto que preciso dar um basta em tudo isso mas sem ruptura, sem quebrar promessas nem minha palavra. Sinto que pra isso acontecer precisarei aprender a usar o 'não' por um bom tempo. Tanta coisa que preciso fazer que nem sei por onde começar. Isso me deixa paralisado. Desanimado. Daí essa tristeza. Essa frustração. Sinto muito.

20 de maio de 2014

Parece que agora vai...

É uma verdadeira odisseia. Vai mas não vai. É hoje. É amanhã. Já fico meio sem graça até pra falar do assunto. Mas lá vai:

Hoje voltei a estúdio e reiniciai as gravações do meu álbum. Vamos ver no que dá...
Os comentários aqui postados podem ser citados desde que se mencione junto o autor - no caso eu - e se coloque junto um link para este site ou o permalink para a página de postagem correspondente.