11 de novembro de 2014

Perdoar

Mesmo quando se é humilhado sem nenhum motivo
Quando quem te fez mal, o fez apenas por fazer
E não se consegue nem entender

Mesmo quando minhas entranhas dizem que não
Quando minha carne rasga em revolta
E todo o meu ser geme de dor

A alma encontra o chão
E clama por uma força que já não encontra
Do fundo de um vazio imenso

Se cala

E perdoa

Nenhum comentário:

Os comentários aqui postados podem ser citados desde que se mencione junto o autor - no caso eu - e se coloque junto um link para este site ou o permalink para a página de postagem correspondente.