18 de março de 2008

Nada é Bastante

Hoje, mais do que nunca, nós cristãos precisamos aprender a santificar o comum. Esta geração é uma geração cansada do prazer. As pessoas foram superestimadas, a tal ponto que os seus nervos se estafaram, e os seus gostos se corromperam. As coisas naturais foram rejeitadas para dar lugar às artificiais, o sagrado foi secularizado, o santo foi vulgarizado, e o culto converteu-se numa forma de entretenimento. Uma geração narcotizada e de coração obscurecido está constantemente à procura de algo novo, de algum novo excitamento bastante poderoso para dar emoção às suas sensibilidades desgastadas e entorpecidas. Tantas maravilhas foram descobertas ou inventadas que nada na terra causa admiração, nem por pouco tempo. Tudo é comum e quase tudo é enfadonho.

Aiden Wilson Tozer, 1959

Nenhum comentário:

Os comentários aqui postados podem ser citados desde que se mencione junto o autor - no caso eu - e se coloque junto um link para este site ou o permalink para a página de postagem correspondente.