28 de março de 2008

Ter ou Não Ter - Grupo Novo Alvorecer (Saudade parte 1)

Ando tendo saudade de alguns discos (vinil ou CD ou o que for) que foram a trilha sonora do início de minha juventude. Aí resolvi escrever uma série - finita ou não - de posts sobre isto. Não vou falar aqui de VPC ou de Rebanhão, que tem os discos todos por aí pra quem quiser comprar.

Vou falar de "Novo Alvorecer", "Águas", "Servos, Porém Livres" entre outros que irei postar na medida em que for garimpando alguma coisa. Vou colocar as canções no GoEar para serem ouvidas por aqui mas não vou deixar para download.

Neste primeiro número eu vou falar do "Grupo Novo Alvorecer". Não sei muito deste grupo, nem conheço muitas canções. As que mexeram com minha adolescência foram as inesquecíveis faixas "Máquina" e "Ter ou Não Ter" que cantávamos no meu primeiro grupo vocal na igreja, ainda com 13 anos... o grupo se chamava "Alvorecer" (porque será?). A letra era:

Ter ou Não Ter

Ter um rancho no campo, uma casa na praia,
Um veleiro no mar... como é bom...
Ter mansão na cidade, viajar de avião,
Tocar as estrelas... como é bom...
Na melhor faculdade, expoente na sociedade,
Ter o mundo nas mãos.

Mas acontece que nada disso me satisfaz,
Eu quero mais... quero mais!
Quero algo que preencha este vazio sufocante,
Quero algo que suporte esta angústia de saber,
Viver tanto e não ter paz é nada ter.




Não sei direito como mas Adriano achou pela net esta canção e me mandou. Quem quiser ouvir, esteja a vontade. Mas já vou adiantando logo que é coisa antiga pra caramba, mas é lindo e tem uma mensagem que não se vê mais nas músicas extragavantes de hoje.

A letra lembra aquela canção do Sérgio Pimenta: "Você pode ter a casa repleta de amigos/Paredes e pisos cobertos de bens/Ter um carro do último tipo/E andar conforme der na cabeça/.../Mas sempre será como folha no vento/Esperando o momento de cair/Você pode ter tudo aquilo que sonhar/Mas nunca terá a paz que existe lá dentro/Que não se encontra pra poder comprar/Porque esta paz só tem a pessoa que se encontra com Cristo." Quem será que se inspirou em quem? Ou foi coincidência? Mas as duas são maravilhoas embora eu toque mais a de Sérgio Pimenta por razões óbvias...

Pesquisando um pouco mais eu acabei de descobrir que a Gravadora California relançou em 2006 uma coletânea com 6 CD contendo os 12 albuns (discografia completa) do Novo Alvorecer com 137 canções por R$ 60. Acho que vou encomendar a minha logo! Se você quiser a sua vá lá e peça o seu! Não estou ganhando nenhuma comissão, vou logo adiantando! Coisa boa a gente indica de graça né?


Este selo traz um monte de recordações... esta gravadora nasceu em 1959, fundada por cantor popular chamado Mário Vieira. Chegou a gravar Hebe Camargo, Carmélia Alvez, Milhonário e José Rico, Trio Parada Dura. Mas também teve seus artistas evangélicos como o nosso grupo homenageado, Luiz de Carvalho e a Banda Sinal de Alerta. Não sei porque pararam. Eu sinceramente acho que eles estão perdendo dinheiro em não relançarem todo aquele acervo deles em CD. Acho que os impedimentos são outros porque sei que se pudessem já tinham feito isso há muito tempo. Ou não...

O Novo Alvorecer fez história na música evangélica em seus 16 anos de existência, ou seja, de 1966 a 1982, e que deixou a marca de 12 LPs gravados. Pode-se dizer com certeza que foi quem abriu o caminho para os grupos que surgiriam em seguida, como o VPC, Elo, Logos, Som Maior, Vozes de Cristal e por aí vai... Uma coisa que não me sai da cabeça - pesquisei na net mas não encontrei quase nada - é por onde anda este grupo hoje? O que se sucedeu de seus membros? Quem eram? Quem são hoje? O que fazem?

Achei apenas uma entrevista no site Arquivo Gospel com um ex-integrante e que era compositor e arranjador do grupo na década de 70 e 80. Talvez seja dele nossa canção homenageada aqui, quem sabe? Estou tentando entrar em contato com ele por email. O nome dele é Daniel Vieira Ramos Filho. Gostei muito da entrevista. Estou procurando mais...

Algo mais por aí? Se alguém por aí tiver notícia comente aqui pra incrementar ainda mais nossa homenagem. Brevemente vou colocar outra do Novo Alvorecer por aqui e que também mexeu muito comigo naquela época.

5 comentários:

DANIEL N.A. disse...

JOE...
Obrigado pela homenagem!
Fico muito feliz ao constatar que uma canção que fiz décadas atrás,foi importante na sua vida.
É bom saber que existem pessoas como você,esse seu trabalho é único e muito lindo...depende de muita capacidade analítica e muita sensibilidade que pelo seu texto vi que voce tem de sobra...Sei que já sufocou essa angustia de saber que ter tanto e não ter paz é nada ter.
obrigado Daniel N.A.

Oziel disse...

Os dois últimos versos são:
Quero algo que sufoque esta angústia de saber
Que ter tanto e não ter paz é nada ter.

Gostaria de saber se as músicas do Conjunto Som Maior também foram relançadas.
Procuro também pelo cantor Waldenir Carvalho.

Miro Silverio disse...

Boa tarde,

As vezes a gente fica só em um canto e começa a vir lembranças na nossa mente dos tempos que se foram

As brincadeiras de criança...
a escola...os professores queridos
nossa adolecencia...os amigos
a igreja...as musicas...etc.

Essas duas ultimas me trazem as mais doces recordaçoes
e paralelo a elas...as musicas do Novo Alvorecer marcaram minha juventude...minha vida!
(e olha que só me tornei jovemdepois do grupo ter já ter se desfeito)

Minha adolecencia iniciou com a década de 80, mas eu sonhava em me
tornar jovem o bastante para fazer parte do conjunto "Louvor Jovem"
da minha igreja para cantar aquelas canções que os irmãos mais
tradicionais diziam ser modernas demais...e eu adorava!

Bom... eu cheguei lá. O "Louvor Jovem" já tem mais de 30 anos
e continua. Por ele passaram diversas gerações e cada uma delas,
cantando a musica do seu tempo.

Penso as vezes, se tivesse uns CDs do Novo Alvorecer...
colocar lá sobre o banco pra que alguém os notasse e se interessasse
pelas canções tão belas que, recentemente, fiquei por horas ouvindo no YOU TUBE.
Foi uma felicidade ter encontrá-las!
Foi uma viagem direto ao túnel do tempo de onde eu nem queira mais voltar.

Momentos sublimes que a saudade me fez recordar.

Um grande abraço.

Miro

PS: Li a entrevista do Daniel.
Excelente!pena que ele não compõe mais para o meio.

Anônimo disse...

queria saber qual o nome da música que o novo alvorecer canta. aquí vai um trecho dela: quanto almejo eu peregrinar e estar com meus irmãos alí. e aos teus pés ficar.

racionalidade crítica disse...

Olá Joe

Não se se lembras de mim.
Por acaso, buscando encontrar um blog, ou outra pista de Daniel Vieira Filho (N.A) encontrei seu blog.
Alegro-me em ver pessoas que racionalmente vive a fé. Pois admirar cançoes do Novo Alvorecer, Logos, Sérgio Pimenta, João Alexandre, e outros, é ter ciência de que fé e conhecimento são essências que não se desvinculam.
Abraços,

Smith Gomes

Os comentários aqui postados podem ser citados desde que se mencione junto o autor - no caso eu - e se coloque junto um link para este site ou o permalink para a página de postagem correspondente.