2 de novembro de 2011

Onde?


Onde eu perdi o remo?
Onde eu perdi o rumo?
E fiquei sem prumo
E fiquei sereno
E fiquei sozinho
Sem saber o que fazer.


Onde eu perdi o fio
desta vida pequena?
Que me era tão pouca
e desperdicei
Porque não era eterna
Como pensei.


Jequié, 1/11/11

Um comentário:

Ieda Sampaio disse...

De alguma forma eu tenho me sentido assim também.

Amo vc.

Os comentários aqui postados podem ser citados desde que se mencione junto o autor - no caso eu - e se coloque junto um link para este site ou o permalink para a página de postagem correspondente.