8 de abril de 2005

Voa

Voa,
Risca o céu, mostra o teu cantar
Enche de alegria na harmonia
Teu voar...

Voa,
Mesmo que o céu não seja mais tão azul
Pois Deus, que te criou, nunca mudou...
Nao mudará,

Voa,
Ligeiro vá,
Que o perigo está no ar
Voa feliz, despreocupado,
Pois Deus que te tem alimentado
É feliz ao te ouvir cantar.

Samuel Sampaio e Joe Edman

Nenhum comentário:

Os comentários aqui postados podem ser citados desde que se mencione junto o autor - no caso eu - e se coloque junto um link para este site ou o permalink para a página de postagem correspondente.