2 de maio de 2007

5 anos


Em 2002 passei a me sentir pai e pude - ao longo deste tempo - entender na pele este sentimento. Na minha opinião a paternidade/maternidade é um sentimento próximo ao amor, porém bem maior, mais forte e intenso.

Acho que isso explica a forma como reajo a ela desde então. Ela tem crescido. Está cada vez maior, mais forte e inteligente. Dou graças a Deus por participar ativamente e estar perto e presente nestes 5 anos de sua vida. E peço a Ele que me dê vida pra continuar participando. E como eu quero ver ela grande... só que não estou com pressa! Quero curtir cada fase! Cada momento!

Aprendo muito com ela! Ela é forte! Muito mais do que eu! Isso é maravilhoso!


Giullia: Desejo do fundo do meu coração que teus próximos anos sejam tão intensos quanto tem sido estes últimos. E que - daqui a alguns anos - quando ler isto, que compreenda o quanto eu sempre te "serei pai".

Nenhum comentário:

Os comentários aqui postados podem ser citados desde que se mencione junto o autor - no caso eu - e se coloque junto um link para este site ou o permalink para a página de postagem correspondente.