26 de dezembro de 2005

Voltar pra Deus

Quem nunca passou por isso não sabe o que é sentir o gostinho de se ter um pai que te ama verdadeiramente sobre todas coisas mesmo você o abandonando de forma tão fria. Esta parábola do filho pródigo é a maior demonstração disso...

Se o meu coração, incircunciso coração se quebrar
E eu voltar pra Deus
Tão quebrantado que não tenha nem palavras
Se eu recomeçar a andar com Jesus
Ouvir sua voz, seguir a Jesus
Cada dia é um novo tempo
E oportunidade de voltar pra Deus

Se o meu coração, incircunciso coração se humilhar
Na verdade é Deus me convencendo
Da miséria do pecado
Se eu abandonar a velha ilusão
De nunca escutar o meu coração
Cada dia é novo tempo
E oportunidade de voltar pra Deus

Volto pra Deus sempre que vejo
O tamanho dessa mentira:
Imaginar a possibilidade de não depender de Deus
Volto pra Deus e esqueço o cansaço
Num abraço que não se esvai
Volto pra Deus cada vez que eu oro
E então chamo, chamo
Chamo, chamo Deus de Pai

(Gerson Borges)
Que música maravilhosa! Parabéns Gerson. Estou ansioso pra lançarem logo este CD. Quero cantar isso muito por aí!

[Update] Acabo de receber um email do site do Gerson Borges informando que o CD chegou. Já vou pedir o meu! Quando chegar e eu ouvir tudinho direitinho eu posto aqui sobre ele.

Nenhum comentário:

Os comentários aqui postados podem ser citados desde que se mencione junto o autor - no caso eu - e se coloque junto um link para este site ou o permalink para a página de postagem correspondente.