29 de novembro de 2005

Luzes da Cidade

Assisti ontem o filme Luzes da Cidade (City Ligths, EUA, 1931) de Charles Chaplim. Iêda comprou em Salvador. Com certeza um dos melhores filmes dele. E ironicamente produzido justamente quando o cinema mudo já era considerado ultrapassado pela indústria de Hollywood porque já estavam sendo lançados filmes falados.

A história é singela e foi escrita, dirigida e interpretada por ele de 1928 a 1931... o filme demorou muito pra ser terminado justamente por que o estúdio queria que o projeto fosse abandonado. Mas o Chaplim foi insistente e até alugou um cinema por 3 meses para exibir o filme.

Que direção é esta ein? Pra 1931? A maneira como a câmera era posicionada. A sincronia dos atores. Realmente não eram necessárias palavras pra se entender a história. Ele era mestre nisso. Incrível!

Foi uma bela aquisição essa. Já trouxe pra meus pais assistirem também e tenho certeza que vou assistir novamente. Assistir a este filme instigou mais minha curiosidade pelos filmes do Chaplim. Acho que tem uns 20 anos que não assisia um filme dele. Vou ver se acho os outros. É pura arte.

Um comentário:

Ieda Sampaio disse...

Merecíamos rir muito mesmo ontem. É sempre muito bom sorrir contigo, querido. Que filmão, hein?
Eu tenho vontade de ter toda a coleção Carlitos. Topa?
Seu blog está ficando uma delícia! Ganha quem vem por aqui.

Os comentários aqui postados podem ser citados desde que se mencione junto o autor - no caso eu - e se coloque junto um link para este site ou o permalink para a página de postagem correspondente.